Bem vindo ao portal do comércio de bens, serviços e turismo brasileiro

Uma salva de palmas para Danilo Santos de Miranda

Compartilhe essa publicação:

Diretor regional do Sesc-SP e ícone nacional, Danilo faleceu em 29 de outubro e deixou um importante legado de valorização da cultura como ferramenta de redução das desigualdades (Foto: Matheus José Maria | Reprodução Facebook)

Faleceu, em 29 de outubro, Danilo Santos de Miranda, ícone da cultura paulista e brasileira. Natural de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro, Danilo dedicou 55 anos de sua vida ao Sesc-SP, estando à frente da instituição desde 1984.

Sociólogo, filósofo e ex-seminarista, Danilo teve papel central na configuração do Sesc em São Paulo e em seu sucesso como instituição que confere bem-estar e qualidade de vida à população. Prestigiado informalmente como ministro da Cultura, Danilo deixa uma herança de valorização da cultura, da atividade física, do lazer e da educação não formal para a redução das desigualdades no País.

“Com sua figura apaziguadora, mas não menos combativa, Danilo era o alicerce, o nome e a cara do Sesc em São Paulo, graças à sua longeva e brilhante atuação à frente da instituição. Perdemos o ministro, mas não a cultura. Seu legado será preservado e difundido, lembrado pelas próximas gerações como o cerne de um projeto grandioso pensado para o Estado de São Paulo e cujo êxito espraiou-se por todo o País”, destaca José Roberto Tadros, presidente do Sistema CNC-Sesc-Senac.

Neste momento de grande pesar para todo o Sistema CNC-Sesc-Senac, prestamos nossa solidariedade aos familiares e aos amigos de Danilo e deixamos nosso sincero agradecimento por toda a sua dedicação ao Serviço Social do Comércio.

O velório de Danilo Santos de Miranda ocorrerá nesta segunda-feira (30/10), das 10h às 15h, no Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93, São Paulo/SP). A cerimônia de cremação será às 17h, no Cemitério Horto da Paz (Rua Horto da Paz, 191, Itapecerica da Serra/SP).

Saiba mais: Filósofo e sociólogo, Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc em São Paulo, compartilha, nesta entrevista para a edição de abril de 2023 da Revista E, do Sesc-SP, avanços e desafios nessas últimas quatro décadas à frente da instituição

Scroll to Top