Nesta quarta-feira (25), o Senac firmou um acordo de cooperação técnica com o Governo e entidades parceiras, como o Sebrae e o Sesi, na implementação da Estratégia Nacional de Empreendedorismo Feminino “Brasil Pra Elas”.

Este programa estabelece uma política pública de fortalecimento do empreendedorismo feminino, na qual oferece oportunidades de capacitação e acesso ao crédito, inserindo as mulheres no cenário de desenvolvimento econômico e social do País.

O Senac irá oferecer cursos gratuitos de formação e de capacitação profissional para ajudar as mulheres a empreender. O termo de parceria foi assinado pelo presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e presidente do conselho nacional do Sesc e do Senac, José Roberto Tadros, durante o lançamento do Fórum Nacional da Mulher Empresária, realizado na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília (DF).

Também assinaram o termo o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e o presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles.

José Tadros ressaltou o envolvimento do Senac no programa Brasil Pra Elas. “Essa parceria vai levar esperança às mulheres, uma nova oportunidade para que elas possam realizar os seus sonhos de ter o próprio negócio. O Senac irá contribuir dando a elas oportunidades de capacitação e de qualificação”, afirmou o presidente da CNC.

A secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, responsável pelo programa Brasil Por Elas, frisou a parceria com o Senac e com demais entidades do Sistema S para tornar o “Brasil Pra Elas” uma realidade. “Não queremos levar só assistência, mas vocação, capacitação, crédito e microcrédito. E ninguém melhor do que a CNC, juntamente com o Sebrae e a CNI, juntos, em um grande pacto pelo desenvolvimento da economia por meio do empreendedorismo feminino”, destacou ela.