Nesta quarta-feira, 13, o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, recebeu o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP) para discutir política, economia e história do Brasil.

“A visita do deputado me traz muita alegria, pois sou amigo há mais de três décadas da família real brasileira. Falamos muito do nosso país, do quanto contribuíram para nossa unidade linguística e religiosa, pela qual somos gratos, e que, doravante, continuemos a buscar ações de melhoria para o Brasil”, destacou Tadros.

O deputado expôs ao presidente da CNC, de forma breve, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 7/2020, de sua autoria, que altera todo o sistema tributário brasileiro para criar apenas três classes de impostos (sobre renda, consumo e propriedade), podendo ser cobrados, ao mesmo tempo, por União, Estados, municípios e Distrito Federal .

“Temos uma proposta de reforma tributária muito vinculada à importância do comércio do Brasil para fomentação não só de novas oportunidades de renda, de patrimônio e, claro, de expansão da presença do Brasil, mas de crescimento do comércio interno e do comércio exterior. Temos que fazer uma reforma tributária para atender a essa demanda, essa oportunidade que nos é de propriedade. Cabe a nós atravessar a porta”, disse o deputado, apontando as reformas, incluindo a administrativa, como soluções para a melhoria do ambiente de negócios no País.