A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em conjunto com os Departamentos Nacionais do Sesc e do Senac e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), promoveu, no dia 8 de junho, o simpósio comemorativo Áustria-Brasil: Bicentenário de Amizade, no Polo Educacional Sesc, na Zona Oeste do Rio de janeiro. O evento teve o objetivo de celebrar o bicentenário da Independência do Brasil e os 442 anos de amizade austro-brasileira.

O presidente da CNC e dos Conselhos Nacionais do Sesc e do Senac, José Roberto Tadros, que não pôde estar no evento, por estar participando da Conferência Anual da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra, cumprimentou os participantes por vídeo. “No ano que o Brasil comemora os 200 anos de sua independência, lembrar e homenagear uma personagem histórica como a Imperatriz Maria Leopoldina, considerada por muitos estudiosos uma das principais articuladoras da nossa independência, é primordial. O Sistema CNC-Sesc-Senac tem a grande satisfação de participar deste momento de homenagem, mas também de aprendizado, de valorização e de reforço das relações entre os nossos países”, afirmou Tadros.

Marcaram presença no simpósio representantes das entidades e autoridades de ambos os países, além de pesquisadores nacionais e estrangeiros, professores e alunos do Polo Educacional Sesc. O encontro promoveu a troca de conhecimentos de temas como manifestações artísticas, fluxos migratórios, territorialidades, lutas históricas e valorização do patrimônio histórico material e imaterial.

O embaixador designado da República da Áustria, Stefan Scholz, lembrou que as parcerias entre os países remontam ao século 17 e que, depois, a vinda da Imperatriz Leopoldina marcou um período de trabalho pela unidade nacional e pela autodeterminação do País. Ele falou da importância da cooperação entre os países, com a abertura de novas oportunidades de parcerias científicas entre pesquisadores e historiadores. “O Bicentenário da Independência do Brasil é um marco importante para determinarmos onde estamos como nação, de onde viemos e para onde queremos ir juntos, lançando luz sobre os anos de fundação do Estado brasileiro”, afirmou. Ele ressaltou ainda que o simpósio se baseia em gestão e compartilhamento do conhecimento e do aprendizado. “Agradeço ao Sistema CNC-Sesc-Senac e à Fecomércio-RJ pela oportunidade de estar aqui hoje e aguardo ansiosamente um animado intercâmbio”.

Representando o presidente Tadros no evento, o 2º vice-presidente da CNC e presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, afirmou que a CNC se sente honrada em sediar, por meio do Polo Educacional do Sesc, e promover, em parceria com a Embaixada da Áustria, a homenagem à nação que tem relevância e valor para os brasileiros. “Esse simpósio tem o objetivo de proporcionar uma grande imersão cultural. Convido os senhores e a senhoras a viver conosco a experiência de estarmos imersos nessa programação que nos permitirá relembrar belos momentos dessa trajetória e fortalecer os laços que unem o Brasil e a Áustria”, concluiu Bohn.

O presidente da Fecomércio-RJ, Antonio Queiroz, abriu o evento destacando o papel da Imperatriz na formação do Brasil como uma nova nação. “A Independência do Brasil se insere em um contexto de grandes transformações sociais, políticas e econômicas no século 19 e que colocaram o País no cenário internacional por conta de uma política interna distinta da de outras colônias nas Américas. Austríaca, a Imperatriz Leopoldina teve um papel fundamental para esses primeiros anos de formação da nova nação, com observações que valorizam o patrimônio histórico e cultural e uma visão do potencial humano e econômico do País”, enfatizou.

A mesa de abertura do simpósio contou com a presença do diretor administrativo da CNC e presidente da Fecomércio-RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, e do representante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o diretor Financeiro da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Adriano Lattarulo.

Participaram ainda do evento: Sua Alteza Real a Princesa Marie d’Orléans; Sua Alteza Serena o Príncipe Gundakar em Liechtenstein, como convidados de honra; a representante do Ministério da Educação, Inez Borges; o representante do prefeito de Petrópolis, o secretário de Governo, Coronel Simão; o diretor-geral interino do Sesc, José Carlos Cirilo; o diretor de Relações Institucionais do Senac, Antonio Henrique Borges Paula; o cônsul honorário da República da Áustria no Rio de Janeiro, Erich Busche; a ministra conselheira e chefe de Missão Adjunta, Judith Schildberger, e a chefe da Divisão de Relações Institucionais da CNC, Nara de Deus.

Programação

Debates e apresentações culturais compuseram a programação do simpósio. A Professora Doutora Christa Riedl-Dorn e a jornalista Kristina Michahelles participaram da mesa Fluxos e Territorialidades. Em pauta, a expedição austríaca no Brasil em 1817 e o legado dos exilados austríacos no País entre 1933 e 1945. A segunda mesa tratou do tema Lutas históricas – memória e valorização do patrimônio material e imaterial, contando com a presença do Professor Doutor Alexander Wilhelm Arnim Kellner e do escritor Marcos Damigo, autor do livro Leopoldina – Independência e Morte.

Aluno do Polo Educacional, Nicolas Gabriel se apresentou com uma música do compositor Ernesto Nazareth. O evento também promoveu a leitura dramatizada das cartas da Imperatriz e a apresentação da pianista Maria Teresa Madeira, que interpretou Chiquinha Gonzaga.

Polo Educacional

Sediado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o Polo Educacional Sesc promove educação de qualidade, atuando no Ensino Médio e na Formação de Professores. Tem entre suas unidades a Escola Sesc de Ensino Médio, instituição de educação integral, reconhecida por sua excelência acadêmica e pelo seu trabalho de desenvolvimento amplo das juventudes, considerando também as dimensões da cultura e do lazer, da sociabilidade, da saúde física e emocional; e o Centro Cultural, espaço aberto ao público com apresentações culturais e ações formativas em qualificação profissional.