Em 6 de junho, o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, participou de evento promovido pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), que integra a comitiva brasileira da 110ª Conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que será realizada até o dia 11 de junho, em Genebra, na Suíça.

Presidente da CNC, José Roberto Tadros, acompanhado do presidente da Fecomércio-PI, Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante, do presidente da Fecomércio-AC, Leandro Domingos, do presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, do presidente da Fecomércio-GO, Marcelo Baiocchi. e do vice- presidente da Fecomércio-AC, Marcos Lameira.

O encontro teve como objetivo discutir as relações trabalhistas no Brasil, o desdobramento no mercado de trabalho por conta da pandemia e o uso de soluções tecnológicas para trabalhadores e empregadores em seus novos papéis e novas atividades.

Ministro do Trabalho e Previdência do Brasil, José Carlos Oliveira e o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Alexandre Luiz, com o presidente da Fecomércio-GO, Marcelo Baiocchi, do presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, do diretor da CNC, Ivo Dall Acqua Júnior

Tadros destacou a importância dos temas tratados. “O Brasil teve um avanço considerável no campo trabalhista com a modernização da legislação do setor”, afirmou. “Graças às medidas adotadas, pudemos enfrentar a pandemia, mantendo postos de trabalho e combatendo a informalidade. Precisamos consolidar essa base, e a participação em um evento como a Conferência da OIT contribui para fortalecer o debate”, disse o presidente da CNC.

Participaram do encontro o embaixador Tovar da Silva Nunes, chefe da delegação permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas (ONU); o ministro do Trabalho e Previdência do Brasil, José Carlos Oliveira; o secretário de Trabalho do Ministério do Trabalho e Previdência, Luis Felipe Batista de Oliveira; o ministro do Tribunal Superior do Trabalho Alexandre Luiz; o presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antonio Fernandes dos Santos Neto;  o presidente da CNT, Vander Costa, entre outros representantes do governo brasileiro e das bancadas dos empregadores e dos trabalhadores na Assembleia da OIT.