Pesquisa da Fecomércio SC lançada nesta quinta-feira (28) aponta características do consumidor na data comemorativa.

O Dia das Mães é a segunda data comemorativa mais importante para a economia catarinense, ficando atrás apenas do Natal. Pensando nisso, a Fecomércio SC divulgou nesta quinta-feira (28) uma pesquisa que aponta que o catarinense vai gastar em média R$ 196,64,  além de indicar características do consumidor.

“Além de incrementar as vendas, o Dia das Mães estimula a movimentação econômica em quase todos os setores do comércio, serviços e turismo. Usando os dados da pesquisa com sabedoria, os empresários podem potencializar receitas”, afirma o presidente do Sindilojas Blumenau, Emílio Rossmark Schramm.

Intenção de compra
Os catarinenses irão gastar, em média, R$ 196,64 com os presentes para o Dia das Mães neste ano. O número representa aumento de 21% em relação ao ano passado, mas ainda assim não apresenta as mesmas condições pré-pandemia – em 2019, por exemplo, a intenção de compras foi de R$ 204,46 -.

“Isso mostra que a inflação continua pressionando o poder de compra das pessoas. É só olharmos a inflação acumulada entre maio de 2018 e março de 2021, representando aumento nos preços de 24,5%, sendo que a renda média do catarinense caiu de R$ 2.917,00 (1º trimestre de 2018) para R$ 2.823,00 (4º trimestre de 2021)”, reforça Schramm.

35% dos entrevistados melhoraram situação econômica
A pesquisa ouviu, em maioria, mulheres (60,6%) jovens, com idade entre 20 e 28 anos (33,7%). A maioria dos entrevistados disse estar em situação financeira igual (38,40%) e o grupo de famílias com melhora nas condições financeiras foi de 23,6% para 35,2%. Ainda assim, 25,9% do público informou estar vivendo situação pior que no ano passado.

Quando as compras vão acontecer?
A grande maioria (71,8%) dos entrevistados fará as compras na semana que antecede o Dia das Mães, resultado parecido ao de 2021. Além disso, 19% disseram que a compra será feita na véspera da data e 5,6% no dia da data.

Pagamento à vista é predominante
A maioria dos consumidores catarinenses pagará o presente do Dia das Mães à vista (80,0%). Compras parceladas foram mencionadas por 17,9% dos consumidores

Em relação ao local de compra dos produtos, o comércio de rua permanece sendo opção da maioria dos catarinenses (55,1%). Logo em seguida aparecem os Shoppings Centers (21,7%).

A importância das redes sociais
As redes sociais são as principais influenciadoras na tomada de decisão sobre o que comprar para o Dia das Mães (33,4%). As vitrines ou a exposição dos produtos na loja (27%) são a segunda opção dos entrevistados, seguido da recomendação de amigos ou família (8%) e site próprio ou loja virtual (8%)

Quais serão os produtos mais procurados?
A maioria dos catarinenses presenteará as mães com roupas (30,7%). Em seguida aparecem os perfumes/cosméticos (16,6%) o setor de calçados/bolsas (13,5%).

A pesquisa entrevistou 2.105, no período entre os dias 30 de março e 18 de abril de 2022. Os consumidores ouvidos são de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí.