O dia dos namorados está chegando e muitos casais apaixonados movimentarão o mercado de Araguaína, Gurupi e da capital, Palmas. É o que demonstra a pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio e a Universidade Federal do Tocantins (UFT), que mediu a expectativa de consumo para o Dia dos Namorados, nas cidades citadas acima. No total, foram realizadas 1.200 entrevistas, entre os dias 5 a 9 de março. Entre os itens mais apontados na hora de escolher os presentes estão: roupas, perfumes e cosméticos e calçados.

Em Palmas, 70,5% dos entrevistados possuem intenção de presentear seu parceiro. O local preferido para efetuarem essas compras são os shopping centers (45,4%). A pretensão da maioria das pessoas entrevistadas é gastar entre R$50,01 a R$100,00, sendo a forma de pagamento mais utilizada, o dinheiro em espécie. Na pesquisa, quando questionados sobre o que atraia o consumidor da Capital, foi respondido que o item decisivo é o desconto no preço, mais de 30%. 29,5% disseram que passarão o dia dos namorados em casa, já 20% irão a restaurantes. Dentre os presentes apontados pelos palmenses, o jantar romântico também apareceu com grande destaque.

Na cidade de Araguaína, um número menor de pessoas disse ter a intenção de comprar presentes nessa data, 54,8%. Mas a faixa de valor gasto para a compra desses presentes é igual a de Palmas, entre R$50,01 a R$100,00. 67,3% irão comprar no comércio de rua e a principal forma de pagamento é o dinheiro em espécie. O desconto no preço, promoções e atendimento são os principais chamarizes de um estabelecimento segundo os clientes. Dos entrevistados, 47,9% afirmaram que comemorarão em casa e apenas 16% em restaurantes.

Já em Gurupi, 75,5% responderam que pretendem sim comprar presentes para seus companheiros. 81,7% irão adquirir os presentes no comércio de rua. Na localidade, o valor que será gasto com os presentes foi maior do que das outras cidades, 25,2% gastarão em média, R$ 150,01 a R$250,00. O dinheiro em espécie também foi a forma mais apontada pelos consumidores entrevistados e a maioria pretende ficar em casa no dia dos namorados. Outro dado diferente das outras cidades é o item decisivo na hora da escolha do estabelecimento onde será efetuada a compra, o atendimento.

 

Fonte: T1