Pauta foi tema da reunião permanente entre o Fórum de Entidades Empresariais do Estado de Goiás (FEE) com a prefeitura de Goiânia

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-GO) representada pelo seu presidente Marcelo Baiocchi, participou na manhã de hoje (23/6) da reunião do Fórum de Entidades Empresariais do Estado de Goiás (FEE) com o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e secretários do município. Essa reunião faz parte da agenda permanente da prefeitura com os representantes do setor produtivo para debater pautas importantes para a sociedade.

Entre as pautas comentadas hoje estavam o centro de Goiânia; mobilidade urbana, principalmente, sincronização dos semáforos e o trânsito na rua 90; AMMA, finanças e a Associação de garantia de Crédito de Goiás (GarantiGoiás). Segundo Marcelo Baiocchi, essas reuniões estão previstas para acontecer bimensais e são fundamentais pois otimizam o trabalho e aproximam o setor público do setor privado. “Essa proximidade e debates contínuos nos permite continuar com o nosso compromisso de parceria, encarando o desafio de trazer para nossa cidade e nosso estado crescimento econômico e social, mediante a geração de investimentos e renda”, afirma.

Sobre o centro de Goiânia, a sugestão de Marcelo Baiocchi foi montar uma comissão permanente para uma ação conjunta e efetiva. “Nós precisamos de um projeto resolutivo, as obras vão resolver, mas muito pouco, não adianta embelezar o centro da cidade sem ter pessoas para usar, por isso, precisamos criar um grupo para trazer um projeto concreto”, pontuou.

Para o presidente da Fecomércio, é preciso pensar que o local possui uma estrutura pronta, com vias, energia, água, assim, é preciso investimentos, como a opção de abrir mão de uma carência do IPTU e, quem sabe, baixar o ISS de empresas no local. “Esse processo foi realizado no centro das principais cidades do mundo, é isso, criar atrativos e fazer com o que este volte a ser ocupado, com escolas, faculdades, gastronomia, precisamos trazer vida de volta para o centro de Goiânia”, argumentou Marcelo Baiocchi.

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, afirmou que todos os pontos que foram colocados estão com 70% de andamento. “Infelizmente são assuntos que precisam de várias discussões, mas acredito que os caminhos que estamos tomando são os melhores, pois estamos decidindo juntos. Em breve teremos outra reunião onde finalizaremos estes assuntos e traremos outras pautas”.